Blog

Modec conclui emissão de US$1,1 bi para financiar plataforma do pré-sal

  |   Databras News

Modec e pré-sal

A Modec do Brasil concluiu a emissão de bônus de 1,1 bilhão de dólares para financiar o FPSO (da sigla em inglês Floating Production Storage and Offloading), Cidade de Mangaratiba, em operação desde 2014 na área de Iracema Sul, no pré-sal de Lula.

A unidade FPSO está afretada para o consórcio BMS-11, formado por Petrobras (65%), Shell (25%) e Petrogal (10%) e é responsável por cerca de 4% de toda a produção diária de hidrocarbonetos do país, segundo a empresa. A Modec tem outros contratos com a Petrobras, incluindo nas áreas de Libra e Búzios.

A expectativa do mercado é que o Brasil demande de 20 a 30 novas embarcações deste tipo nos próximos cinco anos, o que exigiria investimentos da ordem de dezenas de bilhões de dólares, com o avanço da produção do pré-sal.

Afim de manter um sistema completo para identificação, controle, movimentação e manutenção de bens destinados as atividades de Óleo e Gás, a parceria entre a Modec e a Databras iniciou em 2015, com a contratação dos Módulos de Repetro (IN1415) e MR Request – Requisições de Materiais.

Databras apresentou ao mercado o novo sistema para controle do projeto Aduaneiro Repetro-Sped, no evento realizado na AmCham (Câmara de Comércio Americana) em maio de 2018, seguindo as atualizações indicadas nas Medidas Provisórias e Instruções Normativas publicadas recentemente pela Receita Federal.

Visando sempre atender aos clientes da melhor maneira possível, a Databras oferece em seu portfólio soluções tecnológicas inovadoras para Gestão de Comércio Exterior, abrangendo todos os Regimes Aduaneiros Especiais.
Para mais informações sobre o Repetro-Sped Databras, clique aqui e acesse.