Blog

Empresas firmam acordo de cooperação para o desenvolvimento de projetos de energia no Brasil

  |   Blog Databras News

A SPIC Brasil, o Grupo Prumo (uma companhia controlada pelo EIG Global Energy Partners) e a Siemens AG assinaram na última quinta-feira (13/11) um MoU (Memorando de Entendimento) por meio do qual firmam acordo de cooperação para o desenvolvimento de projetos de energia no Brasil.

A assinatura ocorreu durante a reunião do BRICs, em cerimônia que contou com a presença dos principais executivos das companhias envolvidas: pela SPIC – Sr. Qian Zhimin, presidente do Conselho, Adriana Waltrick, CEO da SPIC Brasil e Waldo Perez, CFO; pela Siemens – Lisa Davis, Membro da Diretoria Executiva da Siemens AG, e pela Prumo, R. Blair Thomas, presidente do Conselho de Administração e CEO do EIG Global Energy Partners.

Conheça o perfil das empresas:

Siemens AG (Berlim e Munique) é uma potência global em tecnologia que se destaca por sua excelência em engenharia, inovação, qualidade, confiabilidade e internacionalidade há mais de 170 anos. A companhia é ativa em todo o mundo, focando os mercados de geração e distribuição de energia, infraestrutura inteligente para edifícios e sistemas de energia distribuída, e automação e digitalização nas indústrias de processo e manufatura.

SPIC Brasil é subsidiária da State Power Investment Corporation of China (SPIC), uma empresa global de geração de energia e projetos relacionados. No Brasil, isso se traduz pela união entre a experiência e a potência financeira de um grande grupo chinês e o pioneirismo australiano de mais de 20 anos de experiência em energia renovável. Atualmente, a SPIC Brasil opera a Usina Hidrelétrica São Simão, na divisa entre os estados de Minas Gerais e Goiás, o Parque Eólico Millennium e o Complexo Eólico Vale dos Ventos, na Paraíba.

Prumo é um Grupo econômico multinegócios responsável pelo desenvolvimento estratégico do Porto do Açu. Somos controlados pela EIG Global Energy Partners, fundo americano que atua nos setores de energia e infraestrutura, e Mubadala Investment Company, um investidor ativo e inovador que aloca capital nos mais diferentes segmentos. Através das 6 empresas que integram o Grupo (Porto do Açu Operações, Ferroport, Açu Petróleo, GNA, Dome e BP Prumo) e de todos os clientes instalados no Porto do Açu, o complexo atende aos segmentos de mineração, logística portuária e O&G e sua infraestrutura apresenta um potencial único para suportar novos negócios e nichos industriais variados.

A EIG Global Energy Partners é especializada em investimentos privados em energia e infraestrutura relacionada à energia em uma base global. Durante seus 37 anos de história, a EIG aplicou mais de US$ 32,1 bilhões no setor de energia por meio de mais de 350 projetos ou empresas em 36 países em seis continentes.

Fonte: Siemens